Na terra do Tio Sam - Meu primeiro aluguel Minhas desventuras se mudando pra gringolândia

Pois é, como todo bom nordestino, chegou a minha hora de fazer as malas e virar retirante também e acabou sendo exatamente pra terra do Mickey (apesar de eu não ter me mudado pra Orlando, pelo menos ainda!) e resolvi que vou documentar as coisas, estranhas ou não, que estou passando por aqui.

Como a empresa pra quem eu trabalho fica na Philadelphia, achei melhor inicialmente pegar um lugar pertinho do escritório, pra que eu não tenha que pegar transporte ou ter carro (andar de carro na cidade é caro, muito caro, mas isso fica pra um post futuro) então passei essas últimas semanas procurando por lugares pra alugar no Zillow, Craigslist e caçando no Google.

Quando cheguei, na segunda feira, 31 de agosto, já havia enviado um email pra um corretor pra visitar um apartamento que estava interessado (o mesmo que acabei alugando) e ele marcou a visita pra ver o lugar na terça, 1 de setembro.

Conhecendo a concorrência

Chego no horário e pra minha surpresa o corretor já estava com outras duas pessoas que também iriam visitar o apartamento. Eu estava então conhecendo os meus concorrentes, dois japoneses, aparentemente estudantes e só um deles falava inglês, então tudo o que era dito era traduzido pro outro, que parecia ser quem realmente tomava as decisões.

Entramos então no prédio todos juntos e o corretor foi mostrando pra nós o apartamento, achei bizarro, mas como estava realmente interessado nesse lugar segui na linha. Mais tarde o corretor explicou que isso é normal (!!!) e as vezes as pessoas até dão um agrado pro dono do imóvel pra facilitar o aluguel. Parece que o jeitinho é uma coisa que não tem nacionalidade.

Uma coisa que no geral é diferente do Brasil é que praticamente todos os apartamentos já vem com a cozinha pronta. Todos os apartamentos/casas tem geladeira, fogão, forno, pia com processador de alimentos e lava-louças, todos embutidos. Nunca vi um anuncio onde isso não estivesse incluso, diferente do que eu via em João Pessoa onde isso no geral é de responsabilidade do locatário.

E as banheiras. Todos os banheiros tem banheiras pro chuveiro. Um dia ainda vou perguntar se americanos realmente usam essas banheiras como banheiras (eu suspeito que não, mas nunca se sabe né) e se é um resto cultural que ficou por aí atrapalhando os banhos alheios. As bordas arredondadas da banheira são tiro e queda pra você escorregar e meter a bunda no chão (não, não fui vítima disso, ainda).

Mas voltando a visita, vemos o apartamento juntos e na saída o corretor explica que se estivermos interessados podemos aplicar pro aluguel. Pra aplicar você dá um mês de aluguel mais taxas necessárias pro corretor e espera o dono avaliar se vai alugar pra você ou não (no meu caso eram 30 dólares pra um credit check).

Enquanto isso o seu dinheiro fica preso na corretora (no meu caso, se eu já tivesse conta bancária poderia ter sido um cheque, sim, as pessoas usam cheques aqui) até a decisão final do dono. Não sei se é um caso específico do imóvel que eu estou, mas o fato da imobiliária não ser quem toma a decisão de alugar ou não é estranho. A preocupação do dono deveria ser receber o dinheiro, não saber quem é que está ou não no imóvel.

Na hora que o corretor explicou isso ficamos todos com aquela cara de e agora José? Será que eu já aplico agora mesmo ou espero pra fazer isso amanhã sem os concorrentes? Liguei o foda-se e disse pro corretor que queria já aplicar agora. Os concorrentes acordaram pra jesus e disseram que iam aplicar agora também. Fomos todos naquele silêncio de cemitério até a imobiliária e começamos a preencher os vários papéis.

Credit e background check

Na hora de preencher os documentos o corretor pergunta como eu vou pagar a aplicação pro aluguel e eu explico a ele que só posso fazer isso em dinheiro porque acabei de chegar no país e não tenho conta em banco e nessa hora a coisa realmente fica interessante. Como eu já havia dito, havia uma taxa de 30 dólares pra uma avaliação do meu crédito (imagine um relatório do SERASA) mas eu ainda não existo oficialmente no país (você precisa de um documento chamado Social Security Number pra entrar no sistema de crédito do país) então qualquer avaliação da minha situação daria desconhecido.

Chegamos então a mais um detalhe do processo. Quando você fecha contratos de aluguel, você paga adiantados o primeiro e o último mês, dependendo do seu histórico de crédito você também pode precisar deixar um mês de depósito de segurança. Como eu não tinha histórico nenhum, já dá pra imaginar o que aconteceu, né?

Fiz a minha aplicação ainda naquele dia e os meus concorrentes acabaram não fazendo porque não estavam nem com dinheiro nem com cheques. Eles terminaram vindo no dia seguinte com cheques pra aplicar mas parece que o dono me achou mais legal e resolveu ficar comigo.

Só que tinha um porém.

Como eu não tinha histórico nenhum, teria que pagar 3 meses adiantados e o depósito de segurança. Ou seja, 4 meses de aluguel numa paulada só. Considerando que eu não tinha lá muito espaço pra negociar, o jeito foi se agarrar no cacto e esperar não pegar em muitos espinhos. Pra completar, a imobiliária não aceitava dinheiro (né?) e tive que ir nos correios trocar o dinheiro por ordens de pagamento (né? 2) pra poder fazer o pagamento.

Com o contrato fechado, fui pra empresa de energia (a PECO) pra pedir a ligação. Comecei o processo pelo site até que aparece o campo pra preencher o bendito Social Security Number (todo mundo quer saber o seu SSN aqui, incrível), quem não tem precisa ir a m dos escritórios da empresa pra pedir a ligação. Felizmente o escritório é a alguns quarteirões do trabalho e consegui ser atendido rapidinho, me deram um dia de prazo pra ligar a energia (isso foi ontem) e hoje já cheguei no apartamento e encontrei tudo ligado.

Aí perguntei ao corretor como é que eu vou fazer os pagamentos, imaginando que eles me mandariam um boleto ou coisa parecida pra pagar e ele responde você manda um cheque pelos correios. Nessa hora eu não pude segurar o riso. Como assim? As pessoas aqui mandam cheques pelos correios?

Pensei comigo, mas que coisa atrasada, isso nunca daria certo no Brasil. Mas aí pensei de novo e tive que parar de rir. Se eles podem mandar cheques pelos correios, é porque ainda se confia no serviço dos correios e não se assume que existem ladrões por todos os lugares que passamos. Nosso sistema bancário realmente é muito avançado, mas no fim das coisas isso não é exatamente um sinal de que as coisas estão bem, mas o contrário, de que fraudes e crimes são tão comuns que tivemos que avançar na marra.

E assim terminou a minha primeira saga, pra arranjar um lugar pra morar. Vamos ver como é que vão ser as cenas dos próximos capítulos.

Respostas

E já chegaram algumas explicações sobre os por quês aqui, vejam só:

Teve da Gisete também:

Muito legal! Depois de muito tempo aqui é interessante ver essas experiencias pelos olhos de outra pessoa, o começo é sempre exciting. :D BTW, EU conheco gente que só toma banho de banheira e nunca chuveiro. É util pra quem tem criança tb.

E do Kung:

a banheira é util para lavar coisas tb (reparou que não tem um tanque?). E de pagar com cheque, relaxa. Quando abrir a conta no banco vai poder automatizar online. Ai eles põem o cheque no correio para vc todo mês smile emoticon hahaha (e não, não é piada)

Comments or questions? Ping me on Twitter!